Famema é a última das estaduais e federais pelo MEC. Unicamp padrão de excelência !

exame 2O Ministério da Educação  (MEC) publicou no dia 18/12/2015 os resultados do ciclo de avaliação de 2014 das instituições de ensino superior (entre universidades, faculdades e centros universitários e institutos federais) e de cursos nas áreas de exatas, humanas e biológicas.

Para entrar na categoria de excelência, uma instituição precisa chegar às faixas 4 ou 5 no Índice Geral de Cursos (IGC), que vai de 1 a 5.

O IGC é um indicador de qualidade que avalia as instituições de educação superior.

É calculado anualmente, considerando:

I – a média dos últimos CPCs disponíveis dos cursos avaliados da instituição no ano do cálculo e nos dois anteriores, ponderada pelo número de matrículas em cada um dos cursos computados;
II – a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela CAPES na última avaliação trienal disponível, convertida para escala compatível e ponderada pelo número de matrículas em cada um dos programas de pós-graduação correspondentes;
III – a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu, excluindo as informações do item II para as instituições que não oferecerem pós-graduação stricto sensu.

Como o IGC considera o CPC dos cursos avaliados no ano do cálculo e nos dois anos anteriores, sua divulgação refere-se sempre a um triênio, compreendendo assim todas as áreas avaliadas, ou ainda, todo o ciclo avaliativo.

O IGC (Contínuo) é realizado anualmente, porém seus resultados podem ser expressados de 1  a 5 para facilitação da compreensão da qualidade do curso avaliado.

O conceito de ciclo avaliativo foi definido no Art. 33. da Portaria Normativa nº 40 de 12 de dezembro de 2007.

Compreende a realização periódica de avaliação de instituições e cursos superiores, com referência nas avaliações trienais de desempenho de estudantes, as quais subsidiam, respectivamente, os atos de recredenciamento e de renovação de reconhecimento.

O IGC é calculado desde 2007 para avaliações das instituições de ensino superior no Brasil.

Quem não atinge a nota mínima 3 tem classificação insatisfatória, segundo o Ministério da Educação (MEC).

Cada área do conhecimento é avaliada de três em três anos pelo Enade.

O IGC é o indicador oficial do ensino superior, e para tanto o índice leva em conta a qualidade de cursos de graduação, por meio do Conceito Preliminar de Cursos (CPC) e também a nota Capes, que mede o desempenho na pós-graduação (mestrado e doutorado).

Em 2014 foram classificados cursos como arquitetura, engenharias, ciências biológicas, letras, filosofia, pedagogia, graduações ligadas a área de tecnologia da Informação, entre outras.

Faculdades de Medicina do Estado de São Paulo – Federais ou Estaduais pelo ICG (Contínuo).

USP – São Paulo e Ribeirão Preto não se submetem à avaliação do MEC.

UNICAMP- 4,380

UNIFESP- 4, 189

UFSCAR-  3,973

UNESP (Botucatu)- 3,945

FAMERP-  3,807

FAMEMA – 3,018

O IGC  (Contínuo) é uma importante avaliação anual do MEC,e se durante três anos os índices caírem repetidamente, o IGC por faixa – que é trienal- será rebaixado ou aumentado em face das avaliações parciais.

A Famema é a última colocada na avaliação do MEC em dados coletados no ano de 2014 por consultores do MEC nas faculdades estaduais e ou federais no Estado de São Paulo

No Ranking Universitário da Folha está na posição 38ª entre as melhores no curso de medicina.

Fonte- Revista Exame

avaliação do mec

3 opiniões sobre “Famema é a última das estaduais e federais pelo MEC. Unicamp padrão de excelência !”

  1. É pessoal da FAMEMA vamos parar de ser orgulhosos, e vamos reagir para melhorar. Orgulho de abrir a boca para dizer que é a melhor do Brasil acabou!!! Eu e o professor Marchioli não estamos interessados em saber quantos aprovados em Residência Médica são os egressos, pois sabemos que o estudante dai tem aula de Medcurso desde o 4º ano, uma vez que não têm aulas na faculdade. Lutamos por decência que o próprio curso de medicina deveria oferecer. Esculachar a graduação como fez o Super Pedagogo da Famema é um ato criminoso para não falar que é antiético. É por esse motivo que toda a sociedade junto com o Cremesp e a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo deveriam estar a par da situação dessa faculdade que nem laboratórios direito possui, e que o estudante da FAMEMA não sabe nem ligar direito um microscópio… Além de se submeter a avaliações ridículas e fáceis, nas quais o aluno tem três chances de acertar uma mesma pergunta.

  2. Essa Faculdade não pode continuar a formar médicos com esse péssimo método que dizem que é ensino!
    Isso é um absurdo! a mídia precisa saber!
    A grade curricular é ridícula, se é que se pode chamar de grade curricular.
    Isso é uma afronta à sociedade e aos alunos.
    Todos os alunos devem fazer greve, estou indignada!

  3. Caro Dr. Milton Marchioli, boa noite

    Tenho acompanhado, aqui, no seu blog, a sua posição quanto ao PBL puro da FAMEMA.
    Pois bem, meu filho de 19 anos ingressou no curso de medicina aí na FAMEMA, nesse ano de 2017, porém, já temeroso com o PBL.
    Infelizmente, ele constatou a triste realidade do PBL puro da FAMEMA.
    Para se ter uma ideia, o tutor não é especialista no tema da tutoria, e em uma delas, meu filho e os outros alunos, o questionaram se ele corrigiria os alunos em caso de erros nos assuntos abordados, o mesmo disse “NÃO”, que os próprios alunos é que deveriam sanar suas dúvidas e corrigir seus erros.
    Bom, diante de tal resposta, ele já percebeu o comprometimento do docente.
    Além de tudo, a biblioteca está desatualizada e, o que mais revolta é que nem as aulas básicas são ministradas!
    Meu filho não é autodidata, bem como os outros também não!
    Os alunos ficam perdidos, não sabem o quanto tem que aprofundar nos estudos, não consigo entender essa metodologia, será que querem médicos formados pelo GOOGLE?
    Isso é um desrespeito , os alunos estudaram muito para conseguir estudar em uma faculdade pública.
    Por sorte, meu filho, tem meu apoio em suas decisões e ele vai cancelar o curso de medicina na FAMEMA, voltará pro cursinho .
    Estamos todos decepcionados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *